quarta-feira, 7 de março de 2007

Mudança

Durante um fugaz periodo da vida, todos achámos que tínhamos boas possibilidades de vir a mudar o mundo. Depois, fomos reduzindo o raio potencial de influência, até percebermos que, se nos conseguirmos mudar a nós, de forma moderada mas persistente, já não é nada mau. Ou dito de outra maneira: é o melhor que podemos fazer. Temos, nessa tarefa, trabalho para toda a vida. E cada quaresma o grita de novo: convertei-vos! O problema é que somos duros de ouvido...

8 comentários:

Vítor Mácula disse...

Huuuum… trata-se de perceber que o mundo começa em nós, e que o que queres ver no mundo tens de tratar de executá-lo em ti. Por exemplo contrário, quem pela espada etc ;)

E sim, sou(mos) duros de ouvido. E ainda por cima tenho tendência para palrar por cima da escuta, o que convenhamos...

Eu até penso que é trabalho para várias vidas... Se não fosse contar com a ajudazinha de outros e de Outro... ;)

Abraço, bom dia.

caminante disse...

Buena entrada, amigo mío. Cuando un corazón arde de Amor el mundo se eincendia.
Un fortísimo abrazo.

Manuel disse...

Vitor,

Ora nem mais...
O que vale é que, se a isso nos dispusermos, contamos com a ajudinha de Outro. Sempre e quando lhe dermos licença...

Abraço

Manuel disse...

Caminante,

Gosto de te ver por aqui!
Obrigado.

Abraço

Jesus disse...

Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Vem e segue-me!

Anónimo disse...

É bom tê-lo de volta... Mais uma voz a ajudar a Quaresma a vencer a dureza do meu ouvido.

Manuel disse...

Obrigado!

fredy disse...

Olá !!
Tive conhecimento deste blog e resolvi dar uma espreitadela para ver como esta.
Gostei do que já li e da forma como esta organizado e os varios campos que apresenta para se poder pesquisar algo mais.
Pois é,por vezes temos ou ouvidos duros e não damos espaço para podermos ouvir o que nos é dito.Precisamos de um pouco de silencio a nossa volta e ai poder escutar,mas silencio hoje em dia é coisa cada vez mais raro.
Se fizermos um pouco de silencio e pararmos talvaz ai possamos quebrar essa dureza e poder fazer uma caminhada diferente nesta quaresma.